O papel das exportações na manutenção da economia brasileira

O que é melhor: consumir tudo aquilo que se produz ou exportar parte daquilo que é produzido?

No caso do Brasil (e via regra de todos os outros países) a resposta é simples. A exportação é necessária e indispensável para manutenção da economia e bom desempenho dos principais indicadores econômicos.

Um pouco sobre economia

Para entender o papel das exportações na manutenção da economia de um país é preciso abordar alguns conceitos, como por exemplo, a teoria da vantagem comparativa, que diz que cada país é mais produtivo que o outro em alguma área específica, e com essa diferença de produtividade o comércio se torna algo positivo para todos os envolvidos.

Isso quer dizer que nenhuma nação consegue consumir tudo aquilo que produz, sendo assim, exporta. Além disso, a exportação faz com que países que possuem uma capacidade de produção limitada de determinado produto consigam adquiri-lo sem afetar sua mão de obra, já que, economicamente falando, focar a mão de obra naquilo que realmente tem experiência em produzir é mais vantajoso.

Cada país sabe o quanto perde se foca sua produção em apenas um produto. A ideia que se sustenta é que o comércio internacional sempre beneficiará todos os envolvidos. Quando os países exploram suas vantagens comparativas conseguem obter ganhos de produtividade – fica mais barato produzir e adquirir produtos.

No caso do Brasil

Assim como acontece nos outros países o Brasil dedica parte da sua produção para a exportação.

O Brasil é uma economia aberta e inserida no processo de globalização desde a sua colonização quando já era reconhecido por ser um grande exportador de café.

Dados recentes (2017) da OMC, Organização Mundial do Comércio, demonstram que o Brasil é o 25º maior exportador do mundo, destacando-se como responsável por produzir e enviar mundo a fora diversos tipos de mercadoria, principalmente commodities minerais, agrícolas e manufaturados.

Somente em 2017, o país exportou US$ 67 bilhões a mais do que importou. As exportações totalizaram US$ 217,7 bilhões, com alta de 18,5% sobre 2016 pela média diária, o primeiro crescimento após cinco anos, contribuindo para o avanço do PIB, que teve alta de 1% após 2 anos de retração.

Em 2017 as exportações de destaque foram: agricultura, petróleo e gás, indústria automotiva e máquinas e equipamentos.

O Brasil possui alguns pontos fortes que colaboram com os números positivos, como sua imensidão de riquezas minerais e grande extensão territorial, que possibilitam a execução de diversas atividades econômicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: